domingo, 8 de maio de 2011

DESMAME

Uma das partes chatas deste hobbie, mas que considero das mais importantes é sem dúvida a limpeza. Este fim de semana dediquei-me à limpeza de umas voadeiras em segunda mão que tinha comprado à tempos. Apesar de estarem em bom estado, estavam muito sujas daí me ter levado o sábado quase todo só para lavar uma delas. O resultado final agradou-me, a voadeira ficou como nova e pronta para receber os primeiros inquilinos deste ano. Os primeiros a passar para a voadeira foram 17 glosters, todos eles com mais de 30 dias. Só espero não me ter precipitado e que todos já estejam a comer devidamente. É uma fase delicada em que por vezes vemos os pequenos meios "amorrinhados" sem sabermos se é por estarem doentes ou não. Podia-os ter deixado mais uns tempos com os pais, mas como estão para nascer os pequenos da 2 postura achei que os deveria separar.
Termino com a notícia que nasceram hoje os primeiros travessos de verdelhão.
Ficam um video dos pequenos nas voadeiras e mais alguns coronas.


Dois irmãos






Mais dois irmão quase iguais




Pequenos na voadeira





video

segunda-feira, 2 de maio de 2011

MOMENTOS DE APREENSÃO

É verdade que a época de criação, é uma etapa que exige uma atenção redobrada e contínua, no entanto à dois momentos que considero fundamentais nos quais fico mais apreensivo. O primeiro momento são os primeiros oito dias, uma altura em que tentamos nos aperceber se o comportamento dos pais é o desejado. No caso de existir alguma doença é normalmente nos primeiros oito dias que ela se manifesta. é uma fase em que o pássaro parece que não desenvolve.

O segundo momento é altura do desmame. É o momento em que os progenitores estão mais preocupados com próxima postura perdendo algum interesse pelos filhotes. Outro dos problemas que surge nesta fase são as crias depenadas. Neste aspecto tenho sido bastante afectado. Mesmo com material para as fêmeas fazerem o ninho, algumas preferem arrancar as penas, e normalmente são sempre as penas do rabo e/ou peito, no caso dos glosters isto pode fazer toda a diferença. Nestes casos uma das alternativas é meter a grade divisória. Pessoalmente não gosto de meter grade, alguns pássaros não atinam a comer pela grade e consequentemente vão-se abaixo podendo mesmo morrer, mas quando não tenho outro remédio tenho que recorrer a ela.